quarta-feira, 10 de abril de 2013

Copos descartáveis, Sacolinhas plásticas, Garrafas pet – Realmente poluem?

Colar feito de plástico fundido de sacolas descartáveis de supermercado, corrente e pérolas de água doce.

Falar que estes itens POLUEM O AMBIENTE é o mesmo que falar QUE CHOCOLATE ENGORDA. Assim como chocolate não engorda (quem engorda é quem o come), copos descartáveis, sacolinhas plásticas, garrafas pet e outros itens EFETIVAMENTE NÃO POLUEM.

Como coisas inanimadas que são, só vão para a natureza descartados inadequadamente pelo homem; portanto quem polui é o homem que descarta estes produtos em locais e de forma inadequados. Na minha opinião, ser contra as sacolinhas de supermercado, copos descartáveis, garrafas pet, etc.. é uma grande hipocrisia, pois os cidadãos, não acondicionando seus resíduos nas sacolinhas plásticas, irão adquirir sacos de lixo, plásticos, continuando o mesmo princípio poluidor, perpetrando assim, um ato falho. 


Como se costuma dizer, no popular, ser contra as sacolinhas de supermercado, é trocar seis por meia dúzia. No caso das sacolinhas, o que resolveria: sacolas de papel? Sacolas retornáveis? Sacolas de material biodegradável? NADA DISTO RESOLVE!!! Pois como já falei e refalei, o cidadão continua a poluir de outra forma, acondicionando lixo orgânico e reciclável em sacos plásticos para lixo.


Então: o que resolve? Com relação aos copos descartáveis minha opinião é a mesma. Já pensou a seguinte situação: “Amanhã, na reunião, os participantes deverão trazer copos de casa, pois não serviremos líquidos em copos descartáveis” ; ou ainda: “Amanhã, na reunião serviremos cerveja, que deverá ser tomada na própria garrafa, ou tubaína, pois não encontramos outras bebidas que não são acondicionadas em recipientes plásticos.” Absurdo, não? Pois é: copos e garrafas são objetos inanimados e portanto não tem a capacidade de se atirarem nos rios, mares, ruas e natureza em geral. Quem faz isto é o homem.

Quem polui é quem joga objetos de difícil degradação, em locais inadequados. Então: o que resolve? Volta à baila a mesma pergunta.
E a resposta é de muita simplicidade: E D U C A Ç Ã O.

Só resolveremos este assunto com educação e não com atitudes hipócritas, com escopo puramente demagógico de “aparecer” como ambientalmente correto, politicamente correto. Educai as crianças, para que não seja necessário punir os adultos. Quem disse isto não foi um militante de nenhum partido ambientalista; nenhum ambientalista da atualidade, foi simplesmente PITÁGORAS (Pitágoras de Samos (570 a.C. – 497 a.C.) foi um filósofo e matemático grego. É considerado um dos grandes matemáticos da Antiguidade) Só que educar dá muito trabalho! Não rende dividendos políticos! Então estes pseudo ambientalistas que se preocupam com os efeitos, deveriam começar a se preocupar com as causas. Reciclar significa economia de energia.

Reciclar significa reaproveitar de forma adequada algo que na sua forma original, não é adequada a ser despejada no lixo. Além da reciclagem existe a reutilização. Você sabia que derreter ISOPOR com gasolina resulta em uma cola de ótima qualidade? Garrafa pet serve para o fabrico de vassouras ou para integrarem a composição de alguns tipos de tecidos? Sacolinhas de supermercado podem se transformar em novos produtos, tais como fitilho e até vigamento de telhados?


Fonte: Fernando Luis Ramos de Souza Faria, Engenheiro Agrônomo. Cananéia/SP


Colar feito de plástico fundido de sacolas descartáveis de supermercado, correntes, cristal e pérolas de água doce.

Eu encontrei uma forma efetiva de reaproveitar esse "lixo", com a reciclagem e reutilização do desse material com certeza a natureza sairá ganhando!!!

9 comentários:

  1. Mulher retada! Adorei o post. Beijos

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkk obrigada querida!!!! è muito bom quando conseguimos fazer mais pelo nosso planeta né!!!!
    bjs e saudades.

    Sua peças vintage estão cada vez mais lindas...sempre passo no seu blog pra bisbilhotar!!!!!
    Marília

    ResponderExcluir
  3. Sabe que eu num tinha pensado nisso...
    Na correria do dia a dia, a gente nem pára para refletir =/
    Sou nova no blogspot
    Já adicionei vc :)
    Passa por meu blog se puder ;)
    http://invencoesfemininas.blogspot.com/
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Marília!
    Quando Fernando escreve no artigo dele que "Resposta de muita simplicidade: EDUCAÇÃO", me fez lembrar do Alexandre Garcia, excelente repórter, que sempre cita educação para solucionar as maioria das mazelas deste país. Concordo com Fernando e Alexandre, só que não é tão simples e tão pouco solução fácil, fácil é falar, mas o fazer... A questão EDUCAÇÃO entre outras coisas está atrelada as políticas públicas, que neste país fica muito a desejar. Um exemplo: que me adianta separar lixo se em minha cidade o aterro sanitário é ao céu aberto e se mistura tudo de novo, e como minha cidade existe várias neste Brasil afora.Particularmente me viro, lixo orgânico? Faço compostagem para os meus pés de manga no quintal, latinhas? Junto para doação, sacolas plásticas? Não utilizo nas minhas embalagens da Jubiart (papel reciclado),o pouco óleo que utilizo em fritura? Junto p/ doar a quem produz sabão caseiro. É claro que todos tentamos fazer a nossa parte, mas a questão é complexa, é bom fazer a nossa parte, mas sempre cobrando das instituições responsáveis pela EDUCAÇÃO BÁSICA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL.

    Parabéns Marília e Fernando! Pela sensibilização e conscientização de um tema tão delicado.

    Abraços com muita luz,

    Bia.

    ResponderExcluir
  5. Bruna, obrigada pela visita..realmente as vezes nem pensamos nessas coisas, por conta da correria do dia a dia, fico muito feliz ao saber que o meu blog desperta nas pessoas esse sentimento, o artigo do Fernando é fantástico e muito pertinente, vamos fazer a nossa parte e propagar essa EDUCAÇÃO AMBIENTAL!!!! Com certeza assim teremos um mundo muito melhor!!!
    Bj grande pra vc e estou seguindo o seu blog que muito legal...parabéns querida!!!

    ResponderExcluir
  6. Bia,
    Obrigada pelo comentário, como sempre suas colocações são perfeitas, principalmente nessa época de eleição muito se fala em políticas públicas, muito se promete pra conseguir votos e pouco ou nada se faz quando assumem os cargos...
    A educação é fator primordial em todos os segmentos, estou tentando fazer a minha parte, mais sei que ações isoladas são um graozinho de areia num oceano, de qualquer forma eu não desisto e tudo que puder fazer para difundir a reciclagem, a preservação do meio ambiente, a sustentabilidade eu farei econvidarei os meus amigos a fazerem também!!!!!
    Seu blog tá lindo, suas peças são lindas e eu adorei as fotos das férias!!!!kkkkkkkk
    Parabéns e vamos a luta sempre!!!!

    ResponderExcluir
  7. Sou de POA/RS e gostaria muito de fazer curço de materiais alternativos, como biojoias de pet.
    andreiacanu@hotmail.com

    ResponderExcluir

Comentários